História

552640_404460269601244_1055243510_n55155d39a6e3c.jpgFundada em outubro de 2004, a equipe RobôCEFET-MG surgiu da iniciativa de alunos da Engenharia Elétrica e da Engenharia Mecânica, vinculada ao LACTEA – Laboratório Aberto de Ciência, Tecnologia, Educação e Arte. Dois anos depois, a equipe associou-se ao recém-criado NEAC – Núcleo de Engenharia Aplicada a Competições, engrandecendo o projeto nos aspectos orçamentários e administrativos.

Ao fim de 2006, entretanto, os membros originais do RobôCEFET-MG haviam concluído seus cursos, restando na equipe apenas três componentes que, ainda no início da graduação, contaram com as instruções essenciais do Prof. John Kennedy – na época coordenador da equipe. Tal fase foi importante para o crescimento da equipe em 2007 no que tange ao planejamento e à construção dos robôs, culminando num convite à INOVATEC – uma feira de tecnologia ocorrida no ExpoMinas, em Belo Horizonte.

Graças ao apoio do Prof. Sandro Cardoso, antigo coordenador do NEAC, e da Prof. Ivete, diretora do DPPG – Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação, a INOVATEC abriu as portas à equipe, que, uma semana depois, f10632702_753714338009167_5026979855857821339_n (1)oi convidada pelo SENAI à exposição do protótipo do “Caveirão”, um dos primeiros robôs da Equipe.

   Em 2009, o RobôCEFET-MG participou do ENECA (Encontro Nacional de Engenharia de Controle e Automação), competindo na categoria Hobbyweight – robôs de até 5,44 kg. O projeto do robô participante foi iniciado no ano anterior, justamente quando a equipe ganhou um novo nome: Trincabotz CEFET-MG, como se conhece hoje.

Após marcar presença no ENECA, a equipe voltou-se à participação no Winter Challenge, em 2009, com um robô de combate tipo wedge (rampa), na categoria Hobbyweight, e um robô autônomo do tipo LEGO Vex, na categoria Sumô. No combate, o chamado “Caveirinha” rendeu à equipe a 11ª colocação, ao passo que o autônomo levou o Trincabotz CEFET-MG ao pódio pela primeira vez, em 3º lugar.

Motivados pelas recentes vitórias, os membros se empenharam num novo projeto de Hobbyweight – o “Trem”, cujas características inovadoras conferiam ainda mais velocidade e resistência ao robô. O LEGO também foi aprimorado para o ENECA do ano seguinte, ganhando um novo kit didático NXT e garantindo novamente o 3º lugar, ao lado da 8º colocação conquistada pelo “Trem” em sua categoria.

Após mais uma competição, o ganho de perspectiva dos membros resultou na chegada de novos projetos em 2010, incluindo a manutenção e aprimoramento do Hobbyweight “Trem” e do LEGO de 1 kg. Os novos projetos abrangiam as categorias de Sumô 3kg autônomos e radiocontrolados, além da construção de um robô de combate Featherweight, de até 13,6 kg, do tipo vertical spinner (arma giratória vertical).

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100

Winter Challenge 2010

Com todo o desenvolvimento dos projetos, o Winter Challenge 2010 consagrou a equipe Trincabotz CEFET-MG como campeã brasileira no combate de robôs na categoria Hobbyweight com o “Trem”, conquistando também o 3º lugar entre os Sumôs autônomos de 3 kg e a 4ª colocação nas demais classes de Sumô. Desde então, a equipe vem trabalhando em novos protótipos e aprimorando os antigos, buscando, bem como a visibilidade nacional dos projetos, o crescimento individual dos membros e a valorização do trabalho em equipe.