Antares

Antares é o primeiro robô da equipe da categoria Antweight (até 454g), sendo esta a menor categoria de combate existente no Brasil. O projeto visava a inserção da equipe em mais uma categoria de combate, além de proporcionar o aprendizado aos membros sobre as categorias menores.

Possui estrutura feita de UHMW e usinada pelo prof. Paulo Roberto no Departamento de Engenharia de Materiais do CEFET-MG. Este material foi escolhido devido a suas ótimas propriedades mecânicas e baixo peso específico. Podemos evidenciar sua alta resistência ao impacto, imprescindível no combate de robôs.

O motor de sua arma é o LC2826 da Leopard, e sua polia é pressionada por porcas contra o extensor do eixo. Esta foi uma solução simples que foi encontrada quando nos deparamos com a dificuldade de usinar e posteriormente furar a polia motora, e vem se mostrando eficiente desde então.

Sua arma era composta por um disco único cortado a laser pela Traillers RD de uma chapa de aço 1045, e sua versão atual conta com um disco duplo do mesmo material, cortado a água pela Opção Industrial. Os discos são fixados por quatro parafusos, e possuem alívios na arma para maximizar o momento de inércia com o menor peso possível.

São utilizados motores da Pololu com redução 50:1 em sua locomoção, que são a melhor opção para esta categoria de combate, apresentando baixo peso e pequenas dimensões. Também são construídos de forma robusta, e se bem utilizados não apresentam problemas.